Trabalhar na Inglaterra – Entrando discretamente

É fundamental conhecer alguns requisitos dos oficiais de imigração para entrar na Inglaterra, do contrário você pode ser colocado em um vôo de volta para o Brasil sem sequer ter chance de conhecer a rainha. Tanto faz se você está entrando para trabalhar, intercâmbio cultural, estudo ou turismo, estas dicas servem para todos os casos de estrangeiros que querem entrar naquele país…

Não é exigido visto antecipado para entrar no país, com exceção de estudantes (detalhes mais abaixo), é na chegada do vôo que você é entrevistado e avaliado. No ato os oficiais de imigração decidem se você entra ou não e sua decisão prevalece sobre qualquer visto que você tenha conseguido. Fique esperto, mas não tanto que chegue à paranóia, pois a grande maioria dos brasileiros que vão para o Reino Unido consegue entrar.

Porém, se essa deportação prematura ocorrer contigo você perderá todo o dinheiro investido em passagens ou outros arranjos anteriores, como agências e estadia, que já tenham sido pagos. Mas se você seguir nossas sugestões isto dificilmente irá ocorrer.

Passagem de retorno

É uma forte evidência de que você não pretende ficar indefinidamente lá como imigrante ilegal e você deve carregá-la junto consigo. Lembre-se da data de retorno impresso na passagem, isso é fundamental, pois é possível que perguntem quando você pretende voltar e se sua resposta estiver em desacordo com a passagem isso poderá comprometer suas chances de entrada. Essa pequena confusão é causa de muitas rejeições.

Dinheiro

É fundamental ter moeda suficiente para pagar todas as suas despesas durante a estadia. Se você indicar que ficará no país mais tempo do que o dinheiro em sua posse permita, pode ser mandado embora já que o método deles é “se em dívida, mantenha-os fora daquiâ”. Os oficiais esperam que você tenha ao menos US$ 75,00 por dia de estadia.

Bagagem

Nunca carregue “encomendas” de outras pessoas na sua bagagem sem saber seu conteúdo, mesmo que sejam apenas escritos. Muitas vezes eles decidem vasculhar sua bagagem e se encontrarem menção de trabalho ou cursos (e você omitiu que pretendia estudar) isso poderá levantar suspeitas. Eles chegam a traduzir cartas pessoais para investigarem você.

Entrevista

Durante todo o tempo você está sendo avaliado psicologicamente. Mesmo sem evidências os oficiais podem barrá-lo com a explicação de que “seu comportamento não é apropriado para o Reino Unido”. Eles querem saber o motivo da sua viagem.

Um anúncio no prestigiado jornal The Guardian com objetivo de contratar oficiais de imigração para o maior aeroporto do país, Heathrow, especificava que os pré-requisitos eram “decisões ágeis, justas e com base no próprio conhecimento e experiência”.

Contradições e vacilação podem levantar suspeitas contra você. Eles perguntam sobre suas atividades no Brasil e tentarão relacionar estas atividades com o que você faz no Brasil. Por exemplo: ser estudante e estar viajando fora do período de férias é contraditório e eles irão querer saber o porquê.

Se você afirmar que tem conhecidos no país certifique-se de que estes sabem de sua visita, pois a imigração poderá ligar para os mesmos para certificar-se. Mas nem sempre é bom afirmar que conhece alguém, porque isso levantará uma série de novas questões sobre esta pessoa e podem desconfiar que você tenha outras intenções no país. Se você afirmar que não tem relações com ninguém do país, mas houver alguma pessoa à sua espera para te recepcionar no aeroporto eles podem chamá-la para confirmar suas afirmações. Já houve relatos de oficiais chamarem o nome de algum visitante que acabou de aterrissar para verificar se havia alguém esperando por ele. Esta pessoa se dirigiu até o guichê e esclareceu que procurava por aquele mesmo turista que havia sido chamado. Como o turista havia acabado de afirmar que não conhecia ninguém, o repatriaram imediatamente.

Relaxe

Utilize estas informações para viajar para a Inglaterra com mais tranqüilidade e não para atemorizar-se pensando que não conseguirá entrar. Vá tranqüilo, porém preparado. Haja com naturalidade e desta maneira você possivelmente receberá um visto para meio ano, como os demais turistas.

Estudantes

Desde 13 de novembro de 2005 as regras para visto de estudante mudaram exigindo aplicação para visto no próprio Brasil. Você pode ver informações mais detalhadas no site da embaixada (aqui) e até fazer a solicitação de visto online.

email

Por: ManoelEm: 21.09.2008 | Em Trabalhar  | Tags: Inglaterra, Londres, Trabalho 
Curta no Facebook:

2 responses to “Trabalhar na Inglaterra – Entrando discretamente”

  1. gostaria de saber o seguinte…quero ir para la para trabalhar, guanhar a vida mesmo, começar limpando chão, lavando pratos e conseguir uma grana, como que funciona isso? é só chegar e ir em algum lugar e dizer: preciso de trabalho? ou tem que apresentar uma autorização das autoridades Britânicas para trabalhar?
    pelo que ja li em alguns sites, a pessoas que vai tem que estar totalmente legalizada, senao o comercio que der trabalho para um “turista” e altamente multado.
    Gostaria de saber no meu caso; quero ir trabalhar ja no primeiro instante que chegar la; como fica essa questao?

  2. Estou terminando o curso técnico em enfermagem. Trabalhei 4 anos em hemodiálises no Estados Unidos. Como posso sair do Brasil com um trabalho na área de hemodiálises na Inglaterra.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *