Na porta de entrada do país, como evitar ser deportado?

Falar no mínimo o básico do idioma local, neste caso, faz boa diferença. Se o oficial da alfândega desconfiar que você pretende imigrar para o país e trabalhar ilegalmente, coisa comum na alfândega de países desenvolvidos, você seria colocado no primeiro avião de volta para o Brasil…

Você deve ser esforçar, caso não saiba o idioma, para ter algumas frases na memória que indiquem suas intenções LEGAIS de estudar, visitar à prazer ou trabalhar.

Como agir?

Pode parecer um alerta exageradamente cauteloso, mas muita gente é deportada antes mesmo de entrar no país por falta de bom senso. Seriam alguns milhares de reais gastos em vão com passagens aéreas e reservas à toa. Dinheiro jogado no lixo. Por isso estas dicas são valiosas e por mais que pareçam óbvias, não deixe de lê-las e pensar sobre elas.

  • Nunca, mas NUNCA MESMO, irrite o oficial da alfândega, reclame dele ou o enfrente.
  • Use toda a sua simpatia para não desagradá-lo de nenhuma maneira. Mas que essa sua boa disposição não pareça forçada.
  • Lembrar de algumas frases, no idioma daquele local, que indiquem suas intenções ali seria interessante. Mas é uma faca de dois gumes já que se você se enrolar poderá falar a coisa errada ou parecer ensaiado demais, portando pense bem.
  • Alguma sugestão sua para incrementar esta lista? Escreva nos comentários mais abaixo.
email

Por: ManoelEm: 21.09.2008 | Em Estudar, Trabalhar  | Tags: Estudar, Trabalho, Turismo 
Curta no Facebook:

One response to “Na porta de entrada do país, como evitar ser deportado?”

  1. eaw people qro ir pra londres !

    se algum agente me para q eu eles ira me perguntar ? tenho essa duvida !

    oq digo tbm uahsauhs?

    eh dificil pra arrumar servico ai ?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *